Oi pessoal, tudo bem?
Hoje resolvi trazer pra vocês alguns dos filmes que assisti ao longo dos cinco anos de faculdade e que marcaram. Pra quem gosta de Psicologia ou gosta de cinema, deixo algumas dicas. Preparem a pipoca e vamos lá:

 

  • O Enigma de Kaspar Hauser – 1974
Esse filme é antigo e conta a história de um garoto que foi criado longe de todo e qualquer contato com os seres humanos até os seus 18 anos. Quando ele é levado para a cidade torna-se um objeto de curiosidade já que não sabe falar, não sabe andar e também não tem sua identidade. É um filme bem interessante pra repensar nossa própria identidade.
  • Garota, Interrompida – 1999
A história gira entre Susanna, uma mulher diagnosticada com Ordem Incerta de Personalidade. A jovem é enviada para um hospital psiquiátrico onde conhece ANGELINA JOLIE. O que é essa mulher? Assistam e babem com a atuação dela. Angelina Jolie interpreta Lisa, uma sociopata charmosa que organiza uma fuga com outras jovens que vivem no hospital psiquiátrico.
  • Whiplash – Em busca da Perfeição – 2015
Esse filme eu assisti em uma aula sobre Saúde do Trabalhador e bom… Depois que vocês assistirem, vocês vão perceber o motivo de ter sido nesta aula. É a história de Andrew, um jovem baterista que sonha em ser o melhor e marcar na história da música americana, assim como Buddy Rich, seu ídolo. Andrew entra na orquestra do impiedoso Terence Fletcher e a convivência entre ambos torna-se tão obsessivo a ponto de colocar em risco os relacionamentos e a saúde física e mental de Andrew. Vale lembrar que foi indicação ao Oscar e ganhou nas categorias: Melhor Ator Coadjuvante, Melhor Montagem e Melhor Mixagem de Som.
  • A Ponte – 2005
Na verdade não é um filme, é um documentário, mas vale muito a pena. Pra quem gosta de temas mais mórbidos, esse documentário é uma boa escolha. Ele retrata a história da ponte Golden Gate, que fica em São Francisco, local turístico que também é o lugar com maior índice de suicídios. A ideia principal do documentário era para ressaltar tal ponto turístico, porém durante as gravações, o diretor registrou mais de 20 suicídios, apenas alguns são relatados no documentário. Conta com os depoimentos dos familiares e amigos destas pessoas que se suicidaram. Eu recomendo demais pra quem gosta da Psicologia e desse tema em si.
Acho melhor parar por aqui que os temas estão ficando cada vez mais pesados né?
Espero que gostem e se tiverem filmes para indicar, deixem aqui nos comentários.
Se vocês gostarem das indicações, posso trazer mais alguns filmes que já assisti durante as aulas… Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *